terça-feira, 14 de novembro de 2017

Trabalhador é condenado a pagar R$ 8,5 mil no 1º dia da reforma trabalhista

Um funcionário foi condenado a pagar R$ 8,5 mil por ter processado seu empregador, sabendo não ter razão na ação, configurando assim litigância de má-fé. A decisão foi tomada no primeiro dia da entrada em vigor da reforma trabalhista, no último sábado (11). Antes da mudança na lei, dificilmente os responsáveis por esse tipo de ação trabalhista infundada eram condenados. Agora, o artigo 793-B da nova lei permite a penalização.
O funcionário, que trabalhava no setor agropecuário, recorreu à Justiça da Bahia, pedindo a responsabilidade civil da empresa por ter sido assaltado à mão armada antes de sair de casa para o trabalho. A indenização pretendida pelo autor da ação era de R$ 50 mil.
O juiz do Trabalho José Cairo Junior, da 3ª Vara de Ilhéus (BA), não encontrou responsabilidade da empresa pelo ocorrido. “Não há como atribuir ao empregador a responsabilidade pelo aumento da criminalidade”, escreveu o magistrado na sentença.
Afastando as possibilidades de acidente de trabalho, e também de incidente a caminho do trabalho, já que o roubo ocorreu fora do horário de trabalho, o magistrado indeferiu qualquer tipo de indenização e viu má intenção no processo judicial. “Isso implica indeferimento do pleito de horas extras e seus consectários, bem como do reconhecimento da litigância de má-fé”, na forma prevista pela redação do artigo 793-B da CLTestabelecida na reforma trabalhista.
Por ser litigante de má-fé, o trabalhador terá de pagar R$ 2,5 mil por danos morais à empresa. Além disso, foi estabelecido o pagamento de R$ 5 mil, 10% do valor atribuído à causa, de honorários de sucumbência, para pagar as custas do advogado do empregador. Antes da reforma trabalhista, os honorários de sucumbência não eram cobrados.
A decisão não deixa de ser polêmica, já que alguns juristas entendem que a reforma trabalhista pode ser aplicada apenas a ações judiciais apresentadas após o início da validade da lei.
(https://correcaofgts.jusbrasil.com.br/noticias/520055510/trabalhador-e-condenado-a-pagar-r-8-5-mil-no-1-dia-da-reforma-trabalhista?utm_campaign=newsletter-daily_20171114_6300&utm_medium=email&utm_source=newsletter)

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

É a hora da mudança

Ninguém aguenta mais esses esquerdopatas. Até a comunistinha caviar Manuela D'ávila quer ser presidente do país. Essa menina enganadora é uma piada enquanto político. Não vote em comunistas. Eu jamais votei e jamais votarei em comunistas e na esquerda.

Por outro lado, no dia 15 de novembro ocorrerão manifestações pelo país inteiro. Pela intervenção militar (apoio!), em prol de Jair Bolsonaro (apoio!) e contra esses nojentos esquerdopatas que defendem vagabundos iguais a eles, como Lula, Dilma, Gleisi, Maria do Rosário e outros tantos. Participe na sua cidade!

Os brasileiros cansaram de serem roubados, de serem desarmados e dessa vagabundagem toda apoiada pela grande imprensa e pela esquerda.

Vamos pra cima deles.

#Bolsonaro2018 

terça-feira, 31 de outubro de 2017

FEIRA DO LIVRO DE UNISTALDA-RS: parabéns ao Prefeito RIBEIRO e sua equipe

A Feira do Livro se iniciou na quarta, 25 e foi até sexta, 27. 

No 1º dia ocorreu o lançamento do livro “Encantos da Alma”, escrito por 34 escritoras do município. Nos dias 26 e 27 teve programação artística e literária com shows, palestras, sessões de autógrafos e bate-papos com escritores e o lançamento dos livros “Nos Trilhos da Cultura” e “O lugar onde eu Vivo”. O patrono foi Vani Ribeiro.

Parabéns ao Prefeito RIBEIRO e a sua equipe por mais esse grande evento que aconteceu em Unistalda.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

PLS 378/2017: irá revogar o Estatuto do Desarmamento

Acompanhe o PLS 378/17 no site:

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=131130

UNISTALDA-RS: o dia 2 de outubro passou...

...e se comemorou 01 ano da "PATROLADA" do Prefeito Ribeiro sobre a segunda candidata, por 397 votos de diferença, em 2.363 votos válidos!!!! Foi no dia 02 de outubro de 2016, nas Eleições Municipais.

Foram 1.227 votos ao Prefeito Ribeiro, sendo 827 votos para a segunda colocada e 276 votos para o terceiro colocado.

Esse dia é marcado como o DIA DA PATROLADA DO DOUTOR RIBEIRO.

Risos...........

Risos...........

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Ex-deputada do PT-RS é obrigada a devolver medalha que deu ao próprio irmão

Político que concede medalhas a parentes contraria a boa prática administrativa e fere o princípio da moralidade e da impessoalidade, caracterizando flagrante favorecimento pessoal. Por isso, a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul confirmou sentença que cassou a Medalha do Mérito Farroupilha — distinção máxima outorgada pela Assembleia Legislativa gaúcha — dada a Armando Luiz Formolo pela irmã e então deputada, Marisa Formolo (PT).
O imbróglio começou quando a deputada, prestes a terminar o mandato, homenageou 20 membros de sua família numa cerimônia na Assembleia Legislativa, em 21 de janeiro de 2015. Depois dos discursos, Armando Formolo foi agraciado com a Medalha do Mérito Farroupilha, pela contribuição ao movimento sindical, ao desenvolvimento do setor vitivinícola e à agricultura familiar da serra gaúcha, especialmente Caxias do Sul. Outros nove parentes da deputada também receberam medalhas.